terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Gente que não aceita o novo

Olá pessoas que lêem meu blog !!! (kkkk quase ninguém)
Hoje pra variar um pouco, vou falar sobre uma coisa que acho muito babaca (assim como na maioria dos meus posts).
Pra quem não sabe eu gosto muito de música, então sempre corro atrás de coisas novas sobre este assunto. Logo, tenho contato com algumas pessoas que também se interessam por isso.
O grande problema, é que várias pessoas que gostam de música, são pessoas que querem ser (ou parecer) intelectuais,sendo assim, é normal ouvir da boca desses indivíduos a seguinte frase: “Eu gosto muito mais de disco de vinil do que de CD”. Quanto ao MP3 então, eles não gostam nem de ouvir falar.
Existem três tipos de pessoas que dizem essa frase:
1°- Os que realmente preferem o disco do que o CD (estes são uma pequena minoria).
2°- Os que não sabem a diferença entre um e outro, mas falam só por falar.
3°- E os imbecis completos que dizem isso só pra parecer “old school”.
Este terceiro gênero é o tipo de gente que diz algo mesmo que não acredite naquilo que está afirmando, mas diz só pra parecer mais “maneiro”.
Isso é normal atualmente, principalmente entre os jovens.
Hoje (quase) nenhum adolescente quer parecer só mais um carinha que quer ir pra balada pegar as gata e tomar todas. A graça hoje é ter conteúdo.
O problema é que eu não sei por que inventaram que isso de ser old school está relacionado a inteligência, cultura e blablabla...
Cara, só por que você ouve um disco enquanto seu vizinho está ouvindo MP3 não quer dizer que você é mais inteligente que ele. Pelo contrario, você está se negando a aceitar o novo, o que mostra que você é um grande cabeça fechada.
Aí o argumento que vocês poderiam usar contra o que eu disse é: “mas o som do vinil é muito melhor que o do CD”. Tá, pode até ser, mas é só um pouquiiinho, pouco mesmo, tão pouco que nem você consegue perceber a diferença. E outra, o disco pode riscar, assim como o CD. Mas é por isso que existe o MP3. É uma tecnologia avançada, ao contrario daquele negócio enorme que você não tem nem onde guardar e que pode ser estragado por qualquer risquinho.
Caso alguém que me conhece leia esse post, vai achar estranho eu estar falando mal disso, afinal eu tenho discos de vinil na minha casa. Entretanto, eu não estou criticando o disco em si, e sim os que não aceitam o fato de que o MP3 é muito melhor, e ainda se acham legalzões por isso.
E isso não acontece só com o Disco/CD/MP3. Acontece com várias outras coisas, como por exemplo dizer que teatro é melhor que cinema.
Pelo amor de Deus né gente, vocês tão brincando com a minha cara !
Como que uma coisa onde o ator está ali, correndo o risco de esquecer a fala ou errar a cena pode ser melhor que o filme, que vai estar ali gravado tudo bonitinho, sem erros, sem nada ?
Claro que não tem como ser melhor. E outra, cinema é emocionante, tem efeitos especiais, trilhas sonoras legais, enquanto o teatro no máximo vai ter alguém fazendo barulhos com papel de raio-x pra fingir que é trovão. Isso sem contar o lado do artista, porque no cinema ele estaria ganhando muito mais dinheiro do que ganha no teatro.
Enfim, cinema está muito a frente. Até acho teatro interessante, legal, mas dizer que é melhor que cinema ? Ah faça me o favor né.
Outra babaquice sem tamanho: “Vocês ficam o dia inteiro na internet em vez de ler um livro, vão ficar burros”. Tá, concordo, eu prefiro ler um livro que é feito em papel do que baixá-lo na internet, mas não por que isso vai me fazer parecer inteligente ou culto. Prefiro por que é mais fácil de ler, e por que ficar lendo no computador dói meu olho. Só por isso. Mas dizer que leio livros por que tenho mais cultura do que quem usa a internet ? Ah eu não falaria uma besteira dessas.
Tudo bem, quem vai a uma biblioteca e lê muitos livros, obviamente vai ter uma bagagem cultural considerável. Porém, enquanto esse cara está lá esperando o bibliotecário encontrar o livro que ele quer, o cara que usa a internet já achou aquele mesmo livro no google e está lá, adquirindo a mesma cultura que ele.
Ou seja, não faz o menor sentido achar que ficar “pagando de saudosista” vai te fazer parecer inteligente, cult, alternativo, ou qualquer bobagem. Vai é fazer você ser um atrasadão, isso sim.
Eu até gosto de disco de vinil, livro, teatro, mas simplesmente por que eu acho legal, só por isso. Agora se você gosta dessas coisas só pra parecer mais culto, saiba que isso faz de você apenas um grande babaca.

Uma abraço, até meu próximo post, e me sigam no twitter: @RafaelRocha_1

Nenhum comentário:

Postar um comentário