segunda-feira, 11 de abril de 2011

Fui na micareta e não morri

Na semana passada, tive uma experiência que eu jamais achei que fosse ter na minha vida. Algo que eu sempre critiquei, sempre odiei quem fazia... mas eu fiz.
Eu fui a uma micareta !!!
Pode até parecer uma coisa normal, mas não é pra mim, afinal eu sempre fiz aquele estilo rock'n'roll. Mas, acabei indo.
Na verdade fui porque ia com pessoas legais, então achei que independente de tudo de ruim que imaginei que teria lá, valeria a pena devido às boas companhias.
Não é preconceito sabe, o meu problema com esse tipo de festa, nem é pela música ruim. O problema é que geralmente o índice de babacas nesses lugares é extremamente grande.
Antes de decidir ir, eu até sabia que essa micareta ia acontecer, mas (obviamente) não tive vontade de ir. Mas, uma amiga que eu não vejo com muita frequencia ia e me chamou.
Aí eu pensei o seguinte: "Bom, eu vou nessa micareta, vejo a minha amiga que eu estou com saudades, tomo uma cervejinha normal, e depois ainda vou ver um monte de coisa lá pra criticar no blog depois". Aí achei que ia ver umas coisas estranhas, chegar aqui e fazer um post no melhor estilo "Felipe Neto", falando mal de tudo.
Mas, pra minha decepção, (por mais que eu odeie admitir) não é tão ruim quanto eu imaginava.
Quando eu fui pra lá, pensei que ia encontrar coisas como pessoas fazendo sexo ao ar livre, pessoas brigando o tempo inteiro, pessoas bebendo Heineken, pessoas fumando maconha, pessoas roubando carteiras, gente babaca, e DSTs, muitas DSTs.
Só que não foi bem por aí não. Em relação ao sexo ao ar livre, tinha uns pega nervoso embaixo de uma arvore que tinha lá perto, mas sexo, sexo mesmo, daquele que o casal tá pelado e tals, não vi não.
Quanto às brigas, não vi nenhuma. Sobre a Heineken, graças ao bom Deus eu nem vi uma dessas, se visse ia embora na hora. Já a maconha, em poucos momentos senti aquele cheiro, que pra mim significa "cuidado, você vai ser assaltado". E ainda sobre isso, teve uma hora que tentaram (mais uma vez) roubar meu celular, mas foi só uma vez. Considerando o tanto de gente que tinha no local, um ladrão era pouco, então tá tudo bem.
Agora em relação às pessoas babacas que eu esperava encontrar, claro que encontrei muitos. Rapazes que faziam questão de andar sem camisa mesmo estando frio, caras que forçavam as meninas a beijá-los (o que pra mim é quase um estupro, alô policia, vamo resolver isso aí), e por aí vai. Mas foi bem menos ruim do que eu esperava.
E em relação as DSTs, nem preciso dizer que não peguei ninguem né ? Sendo assim, não peguei claro.
Então, na proxima vez que me chamarem para uma micareta, não hesitarei em dizer "siiiim, vamos sim demorou".
(Desculpa Felipe Neto, eu queria ser igual você e criticar tudo, mas eu não consigo)


@RafaelRoochaa

Um comentário:

  1. Aff Rafael seu fraco!
    Voce nunca vai ser igual o maneirão do Felipe Neto assim!
    Poxa, gente legal não pode achar nada legal!

    ResponderExcluir