sexta-feira, 8 de julho de 2011

Internet: do underground ao mainstream

Outro dia quando eu estava indo embora do trabalho passei pela frente de uma loja de roupas onde havia uma televisão. Até aí normal, as pessoas estavam lá assistindo, tudo bem. O que me chamou a atenção é que ao contrário do que seria o tradicional em uma loja de roupas, que no caso deveria ter sua TV sintonizada na Rede Globo para que suas clientes pudessem assistir Malhação, ela estava no"canal mais alternativo e cool de todos os tempos": a MTV !
A primeira coisa que eu pensei foi "até parece que essas mulheres vão querer assistir MTV". Mas, aí eu percebi que era pior ainda. Além do canal ser alternativo, a pessoa que estava na tela falando (coisas que eu não escutei porque só passei rapidamente em frente a loja) era ninguém mais ninguém menos que PC Siqueira.
PC na TV, o programa que mais agrada senhoras que frequentam lojas de roupa


Aí eu parei pra pensar. Há pouco tempo atrás, quando eu falava de algum famosinho da internet para alguém que só assiste televisão, a pessoa fazia cara de duvida e perguntava "quem é esse cara?". Pelo visto agora não é mais assim, pois se eu falar sobre o PC pra minha vó, por exemplo, nada a impede de ter o visto na televisão quando estava passando por uma loja de roupas, e assim saber a quem me refiro. Aí eu comecei a pensar que talvez a internet esteja saindo do underground e se tornando algo mais conhecido pelas grandes massas.
E não é só por causa da MTV que isso está acontecendo, existem outros responsáveis, como por exemplo o youtube. Como eu sou um cara que tem a internet como meio de comunicação favorito, eu sinto que estão roubando o que é meu quando vejo a galerinha que só vê a Globo ("esse pessoal que já está manipulado pela grande mídia", como diria algum babaca alienado) falando sobre aquilo que eu vi no youtube e até então pensava que só eu tinha visto. 
E o culpado disso é o Gugu, que fica pegando aqueles vídeos que nós gostamos tanto e fica lá, exibindo pra "qualquer um aí", naqueles quadros de " Os Melhores Vídeos da Internet".
Gugu roubando nosso conteúdo


É que na verdade eu tenho um pouco da síndrome do underground com a web. Eu vi aquilo no youtube, então só eu posso ver. A galera que só vê televisão não tem esse direito. Por outro lado eu me sinto bem porque o Gugu exibe esses vídeos com um certo atraso. Quando o público dele vê, eu já tinha visto há no mínimo uma semana, então dá pra se sentir meio a frente do tempo dessas pessoas.
Mas ainda existem outras coisas que também estão popularizando a web, como um dos maiores sucessos musicais lançados na internet: o Sou foda, dos Avassaladores. 
Mesmo sendo lançado recentemente, já havia se tornado um dos clássicos do youtube, mas, não demorou para que Luciano Huck os levasse para o seu programa, popularizando aquele que pode ser considerado um de nossos hinos.
O fato é que ao levar para a televisão, a palavra "foda" não podia ser usada, então, a música foi cantada de outra maneira: Sou brabo. Ou seja, aquele que era o "nosso funk", o funk da galera da internet, se tornou só mais um funkzinho sem graça.
Foram pra TV, traíram o movimento internet véi


Então, qual a conclusão disso tudo ? É que quando o conteúdo da internet vai para a televisão ele fica ruim ? Não!
Esse foi apenas um caso, mas na verdade depende. Se o conteúdo da internet for ruim, não é a TV que vai melhorá-lo, e se for bom, ele não necessariamente irá ficar chato (prova disso é o Ronald Rios, que fez na MTV o Badalhoca, que na minha opinião era o melhor programa da emissora).
Agora se já for chato na internet, quem dirá na TV. Exemplo: Rafinha Bastos.
Não sei se todo mundo sabe, mas ele começou a ficar famoso com esses vídeos aqui, que como podem ver, são... olha, não sei nem definir isso. Mas enfim, se ele já era assim na internet, obvio que a televisão não faria ele ficar legal né. Então, deu no que deu.
Rafinha Bastos com a equipe do CQC (Professor Tibúrcio e Marco Luque)


O Felipe Neto é outro. Desde que começou com seu canal no youtube, já era notório que além de não ter graça, ele não tem a menor noção do que é fazer uma crítica, afinal, dizer que Restart é uma banda ruim por causa das roupas que usam, ou que o Justin Bieber não tem talento por causa do seu corte de cabelo, é uma prova de que ele realmente não sabe o que está falando. 
Ainda bem que ele só é um vlogger, porque imagina se a opinião dele valesse realmente alguma coisa... e se ele já fizesse essas "criticas" que faz hoje há algum tempo atrás. Talvez o Roberto Carlos não tivesse chegado onde chegou porque o Felipe ia gravar um vídeo e mostrar pras pessoas que aquele era um "cantorzinho mongolão de merda" que tem aquele cabelo compridinho de menina. 
E os Beatles, se na época tivesse sido gravado um NÃOFAZSENTIDO falando sobre como eram ridículos aqueles terninhos, talvez não tivessem passado do primeiro disco.
porra além desse terninho de mongolão os caras usam esse cabelinho ridículo porra vai tomar no cu preço justo nessa porra


Graças a Deus que o Felipe Neto nem existia ainda... e mais graças a Deus ainda que a opinião dele não vale merda nenhuma né (assim como a minha, eu sei).
Mas enfim, o fato é que na internet ele já era ruim, aí foi fazer um programa no Multishow. Resultado: além de não ter graça, nem as críticas (que é o que o público dele gosta), ele faz. Ou seja, ninguém nem fala sobre o programa. Mas, depois disso ele estreou um quadro no Esporte Espetacular, da Globo. Aí não tem jeito né, independente de estar sendo bastante comentado ou não, se está na Globo, é sucesso... Porém, quando o quadro ia começar, eu lembro que o anunciado era de que seria um quadro de "humor", o que me faz pensar que deveria ter graça. Bom, pra não parecer que eu estou dando apenas a minha opinião (não que isso seja errado, afinal esse blog é meu), eu nem vou criticar, vocês que assistam e tirem suas próprias conclusões se é engraçado ou não. (clique aqui para assistir)
Mas voltando ao assunto, então se o que é da internet vai para a TV, isso vai melhorar ou piorar a programação da televisão ? 
Então, tirando algumas exceções como o Ronald Rios (e talvez alguns outros), que continuou sendo bom, e casos como o Sou foda (e talvez alguns outros, de novo) que a TV deu uma estragadinha, vai tudo continuar a mesma porcaria. Até porque, tudo bem que a internet manda bastante coisa ruim pra TV, como o Rafinha e o Felipe, mas temos que concordar que a televisão também não é nenhuma coisa tãããão legal assim né.
Eu apenas diria que com o conteúdo da net indo pra TV, agora além de termos Rodrigo Faro, Marcos Mion, Gugu e outras chatices da televisão, nós também podemos assistir o Rafinha Bastos, PC Siqueira, Felipe Neto e outras chatices da internet. Ou seja, vai continuar tudo na mesma, só os chatos é que são outros.


@RafaelRoochaa

Um comentário: