terça-feira, 26 de julho de 2011

Amy Winehouse e a maldição dos 27

Eu sei que foi no fim de semana, todo mundo já falou sobre isso, mas eu ainda não comentei sobre a morte da Amy Winehouse aqui no blog.
O fato é que: eu não pretendia comentar.
Mas, estava conversando com alguns amigos sobre uma das coisas que todo mundo falou depois dessa (nem tão) trágica morte. E por sugestão da Carolina Ferrão, vou fazer esse post sobre


A Maldição dos 27


Como a cantora morreu com 27 anos, não demorou para que a mídia a comparasse com outros artistas que morreram com a mesma idade. Que de fato, foram vários.


O primeiro deles era Brian Jones, dos Rolling Stones. Em 3 de julho de 1969 o músico foi encontrado morto na piscina de sua casa, sendo que a causa da morte foi a ingestão de álcool e drogas em excesso.
No ano seguinte Jimi Hendrix, o maior guitarrista que o mundo conheceu morreu no dia 18 de setembro de 1970, também aos 27 anos. O médico que atendeu Hendrix disse que ele morreu engasgado com o próprio vomito (eca), que foi causado pela overdose de remédios e vinho tinto, que foram ingeridos na noite anterior.
Em 4 de outubro do mesmo ano, Janis Joplin faleceu, também quando faltavam 3 anos para tornar-se uma balzaquiana. A roqueira morta em um quarto de hotel foi vítima de overdose de heroína e álcool.
O quarto da lista foi Jim Morrison, vocalista de uma das mais chatas maiores bandas de rock de todos os tempos: o The Doors. Em 3 de julho de 1971, também quando tinha 27 anos, Morrison foi encontrado morto em uma banheira, deixando a dúvida se tinha morrido por overdose, ou se havia sido assassinado por ordem das autoridades americanas, assim como os outros três, que também deixaram essa dúvida.
E por último, em 5 de abril de 1994 Kurt Cobain, vocalista do Nirvana suicidou-se com um tiro na cabeça, aos 27 anos.


E agora Amy...
E aí vem a dúvida, porque será que todos esses morreram aos 27 anos ? Será que todos que usam drogas morrem aos 27 ? Talvez, afinal todo mundo sabe que as drogas matam. No entanto, outros exemplos como Keith Richards, Ozzy Osbourne e Marcelo D2 também usavam (ou usam) drogas e conseguiram passar dos 27.


Seria algo sobrenatural ? Pensei no fato de 27 ser a junção dos múmeros 2 e 7, que se somados resultam em 9, que é um número que se você virar de ponta cabeça vira o 6, que se você repeti-lo 3 vezes vira 666. O famoso número da besta. Seria isso obra do demônio ?
Mas depois vi que minha teoria não tinha sentido, pois se fosse assim, todas as pessoas que morreram em uma idade que os números pudessem chegar a 6 estariam sendo prejudicadas por essa suposta obra do demo. E como o próprio Jesus morreu aos 33 (3 + 3 = 6), vi que não tinha nada a ver, uma maldição do demônio não atingiria Jesus né.


Então cheguei a conclusão de que o que todos esses mortos aos 27 tem em comum, não é nada demoníaco, nem relacionado as drogas (apesar desse ser o motivo das mortes). O fato em comum que todos eles tem é: são todos ruins da cabeça.
Todos eram aquele tipo de cara que viviam aquela vidinha bem "sexo, drogas e rock'n'roll", vivam na loucura, sempre se metiam em polêmicas e confusões. Aqueles caras bem Cazuza.
De fato, o Cazuza se encaixaria bem nesse gênero de pessoa maluca, tinha tudo pra morrer aos 27, mas morreu em 1990, aos 32. Porém, vale lembrar que acredita-se que ele contraiu a AIDS em 1985, ou seja, cinco anos antes de morrer. No caso, quando tinha 27 anos. Então né...
Sendo assim a minha teoria é esta: os que são muito maluco polêmico locão encrenqueiro, morrem aos 27.


Por isso fica aqui o meu alerta.
Chris Brown: daqui a cinco anos o moço completa seus 27 aninhos. Vale lembrar que o cantor já foi acusado de bater em sua namorada, a cantora Rihanna, arrumou briga em um programa de televisão, quebrou um vidro com um soco enquanto estava nervoso. É meio maluco também, faltam cinco anos, ainda dá tempo de mudar isso daí.
Lindsay Lohan: A atriz já foi parar em clínicas de reabilitação, já foi presa, já foi acusada de roubo. Mas, também é hora de ficar atenta, com 25 anos, se ela não quiser seguir o exemplo dos outros, tem apenas 2 anos para "rever seus conceitos".
Miley Cyrus: Apesar de ser a fofinha Hannah Montana, ela ja passou por alguns momentos estranhos, como quando simulou cenas de lesbianismo com uma dançarina no palco (sendo que nem lésbica ela é), a vez em que foi publicada uma foto sua sem calcinha, quando brigou com um paparazzi. 
Isso sem contar quando apareceram fotos (que supooostamente eram) da cantora nua, e quando apareceu um vídeo dela fumando uma "substância" que a deixou rindo de uma maneira no mínimo estranha. Ou seja, várias polêmicas. Vale lembrar que a cantora tem 18 anos. Mais nove anos aí pra gente ver no que vai dar.


Então é isso, na verdade isso é só uma teoria, não sei se realmente o modo de vida maluco dessas pessoas tem alguma relação com a morte precoce. Espero que não, pois assim poderemos ver a Lindsay, o Chris Brown e a Miley causando por aí mais alguns anos. Mas, como a teoria pode estar certa, fica a dica. Cuidado meus amigos, cuidado.


@RafaelRoochaa

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Profissões que são melhores executadas por mulheres

Existem profissões que, por mais que feminismo esteja aí sempre presente, não podem ser feitas por mulheres. Por exemplo pedreiro. As mulheres até dizem "mas hoje tem mulher que trabalha com isso". Tá, pode até ter, mas uma mulher jamais irá conseguir fazer um concreto tão bem como um homem faz. Não tem jeito.
Mas é claro que também existem profissões que são melhores executadas quando a profissional é uma mulher. Recepcionista de dentista, por exemplo. Mas enfim, o que eu vou falar nesse post é sobre profissões que podem ser executadas tanto por homens quanto por mulheres, mas que nós homens, sempre devemos dar preferência às profissionais do sexo feminino.


A primeira coisa que podemos falar é sobre os cabeleireiros. Na verdade eu pensei em fazer esse post enquanto estava cortando o cabelo. Pode até parecer uma coisa simples, inocente. Mas, eu duvido que qualquer um de vocês não sinta nem um arrepiozinho quando sente a mão da cabeleireira passando pelos seus cabelos, ou até mesmo lavando-os para retirar o gel. Na hora da maquininha então, nem se fala. Homem que é homem só falta pular da cadeira quando sente a mão da moça segurando sua cabeça e passando aquele negócio por sua nuca. E meus amigos, se vocês preferem que todas essas sensações aconteçam enquanto um HOMEM passa a mão em sua cabeça, creio eu que sua opção sexual seja diferente da minha (nada contra gays, to comentando só).
E nesse caso ainda tem outra coisa, que faz você perceber que cortar o cabelo não é algo tão inocente quanto parece. Imagina só, quando você está sentado na cadeira, o cabeleireiro sempre fica bastante próximo de você, e por vezes, encosta a região da barriga em sua cabeça. O problema é que no caso do profissional ser do sexo masculino, ele tem um volume a mais que fica bem próximo da região da barriga, e isso também pode ficar encostado na sua cabeça. Bom, eu prefiro que nenhum pênis fique perto da minha cabeça, e é por isso que só corto meu cabelo com mulheres.

No caso de dentistas, é mais ou menos por aí também. Eu vou confessar que, infelizmente, eu faço minhas consultas com um homem. Mas isso é porque eu não conheço nenhuma dentista mulher.
No entanto, ele trabalha com uma mocinha que, não sei se existe um nome para o cargo dela, mas é tipo uma assistente que fica segurando minha boca, jogando aguinha, pegando as ferramentas dele (vale lembrar que ela usa rímel). 
Tudo bem, o dentista não vai fazer nada que possa ter relação com o sexo. Mas se você pensar por outro lado, vai ver que pode ser mais interessante ter uma mulher fazendo esse trabalho. 
Existem pessoas que se denominam como Rubber Slave, que são praticantes de um fetiche que envolve a atração por borracha e... (eu não vou ficar explicando, leia aqui e entenda). Então nesse caso, quando a assistente do dentista usa aquela luvinha de borracha e enfia a mão dentro da sua boca... meu amigo, vocês não tem noção. Ainda mais que ela tá com a mascara tapando a boca, o que dá um ar "Joana Prado" nos tempos de feiticeira, só com aquele olho cheio de rímel aparecendo. Cara, sinceramente, vale a pena conferir.
E mais, além dessa coisa do Rubber Slave, é um momento em que você vai estar sentindo dor com a obturação ou extração, essas coisas, então, é uma ótima oportunidade para quem curte, além de um rubber, um tradicional sadomasoquismo. Por isso, se quiser ter todas essas sensações da melhor forma possível, escolha uma dentista bem gata.
]
vai extrair ou obturar ?


Se você tem o hábito de frequentar academia, também é aconselhável escolher uma onde a instrutora é mulher. Nisso eu não tive sorte, pois nas duas vezes que treinei em academias, os instrutores eram homens, então não posso falar com conhecimento de causa. Mas, imagino eu, que na hora em que você estiver aprendendo os exercícios, você irá conseguir prestar muito mais atenção se for uma gata te ensinando.


No caso de urologistas, existe uma polêmica. Muitos homens preferem passar por doutores ao invés de doutoras. O argumento é o seguinte: "é constrangedor ficar mostrando o pau pra uma mulher e ela ficar lá examinando". Bom meu amigo, se você só costuma mostrar para homens, é uma escolha sua, eu não posso fazer nada. Na verdade nunca passei em uma urologista, até porque não tenho o hábito de ir à médico nenhum. Mas se um dia eu for passar, certeza que vou querer que ela seja uma mulher (se é que existe urologista mulher, nem sei).
E já que estamos nessa parte mais polêmica, vou terminar falando sobre um outro profissional da saúde: o proctologista, o responsável por realizar o tão temido exame de próstata. 
Como esse é o mais polêmico dos exames eu não vou nem dar minha opinião. Mas pensem, já que ele tem que ser feito de qualquer jeito (a não ser que você não se importe em ter um câncer e morrer antes que ele possa ser tratado), o que é melhor, que um homem o faça, ou uma mulher ? Não estou dizendo nada, eu jamais disse que quero uma mulher me enfiando o dedo, só estou perguntando. Reflitam.
faça o exame de próstata


Enfim, estes são só alguns que eu me lembrei, devem ter outros. Mas o que eu queria dizer era isso, todo mundo tem que cortar o cabelo, cuidar dos dentes, passar no médico. Então queria mostrar que vocês podem unir o útil ao agradável. Afinal, tudo é mais agradável quando é feito por uma gata.
Abs.


@RafaelRoochaahttp://twitter.com/rafaelroochaa

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Internet: do underground ao mainstream

Outro dia quando eu estava indo embora do trabalho passei pela frente de uma loja de roupas onde havia uma televisão. Até aí normal, as pessoas estavam lá assistindo, tudo bem. O que me chamou a atenção é que ao contrário do que seria o tradicional em uma loja de roupas, que no caso deveria ter sua TV sintonizada na Rede Globo para que suas clientes pudessem assistir Malhação, ela estava no"canal mais alternativo e cool de todos os tempos": a MTV !
A primeira coisa que eu pensei foi "até parece que essas mulheres vão querer assistir MTV". Mas, aí eu percebi que era pior ainda. Além do canal ser alternativo, a pessoa que estava na tela falando (coisas que eu não escutei porque só passei rapidamente em frente a loja) era ninguém mais ninguém menos que PC Siqueira.
PC na TV, o programa que mais agrada senhoras que frequentam lojas de roupa


Aí eu parei pra pensar. Há pouco tempo atrás, quando eu falava de algum famosinho da internet para alguém que só assiste televisão, a pessoa fazia cara de duvida e perguntava "quem é esse cara?". Pelo visto agora não é mais assim, pois se eu falar sobre o PC pra minha vó, por exemplo, nada a impede de ter o visto na televisão quando estava passando por uma loja de roupas, e assim saber a quem me refiro. Aí eu comecei a pensar que talvez a internet esteja saindo do underground e se tornando algo mais conhecido pelas grandes massas.
E não é só por causa da MTV que isso está acontecendo, existem outros responsáveis, como por exemplo o youtube. Como eu sou um cara que tem a internet como meio de comunicação favorito, eu sinto que estão roubando o que é meu quando vejo a galerinha que só vê a Globo ("esse pessoal que já está manipulado pela grande mídia", como diria algum babaca alienado) falando sobre aquilo que eu vi no youtube e até então pensava que só eu tinha visto. 
E o culpado disso é o Gugu, que fica pegando aqueles vídeos que nós gostamos tanto e fica lá, exibindo pra "qualquer um aí", naqueles quadros de " Os Melhores Vídeos da Internet".
Gugu roubando nosso conteúdo


É que na verdade eu tenho um pouco da síndrome do underground com a web. Eu vi aquilo no youtube, então só eu posso ver. A galera que só vê televisão não tem esse direito. Por outro lado eu me sinto bem porque o Gugu exibe esses vídeos com um certo atraso. Quando o público dele vê, eu já tinha visto há no mínimo uma semana, então dá pra se sentir meio a frente do tempo dessas pessoas.
Mas ainda existem outras coisas que também estão popularizando a web, como um dos maiores sucessos musicais lançados na internet: o Sou foda, dos Avassaladores. 
Mesmo sendo lançado recentemente, já havia se tornado um dos clássicos do youtube, mas, não demorou para que Luciano Huck os levasse para o seu programa, popularizando aquele que pode ser considerado um de nossos hinos.
O fato é que ao levar para a televisão, a palavra "foda" não podia ser usada, então, a música foi cantada de outra maneira: Sou brabo. Ou seja, aquele que era o "nosso funk", o funk da galera da internet, se tornou só mais um funkzinho sem graça.
Foram pra TV, traíram o movimento internet véi


Então, qual a conclusão disso tudo ? É que quando o conteúdo da internet vai para a televisão ele fica ruim ? Não!
Esse foi apenas um caso, mas na verdade depende. Se o conteúdo da internet for ruim, não é a TV que vai melhorá-lo, e se for bom, ele não necessariamente irá ficar chato (prova disso é o Ronald Rios, que fez na MTV o Badalhoca, que na minha opinião era o melhor programa da emissora).
Agora se já for chato na internet, quem dirá na TV. Exemplo: Rafinha Bastos.
Não sei se todo mundo sabe, mas ele começou a ficar famoso com esses vídeos aqui, que como podem ver, são... olha, não sei nem definir isso. Mas enfim, se ele já era assim na internet, obvio que a televisão não faria ele ficar legal né. Então, deu no que deu.
Rafinha Bastos com a equipe do CQC (Professor Tibúrcio e Marco Luque)


O Felipe Neto é outro. Desde que começou com seu canal no youtube, já era notório que além de não ter graça, ele não tem a menor noção do que é fazer uma crítica, afinal, dizer que Restart é uma banda ruim por causa das roupas que usam, ou que o Justin Bieber não tem talento por causa do seu corte de cabelo, é uma prova de que ele realmente não sabe o que está falando. 
Ainda bem que ele só é um vlogger, porque imagina se a opinião dele valesse realmente alguma coisa... e se ele já fizesse essas "criticas" que faz hoje há algum tempo atrás. Talvez o Roberto Carlos não tivesse chegado onde chegou porque o Felipe ia gravar um vídeo e mostrar pras pessoas que aquele era um "cantorzinho mongolão de merda" que tem aquele cabelo compridinho de menina. 
E os Beatles, se na época tivesse sido gravado um NÃOFAZSENTIDO falando sobre como eram ridículos aqueles terninhos, talvez não tivessem passado do primeiro disco.
porra além desse terninho de mongolão os caras usam esse cabelinho ridículo porra vai tomar no cu preço justo nessa porra


Graças a Deus que o Felipe Neto nem existia ainda... e mais graças a Deus ainda que a opinião dele não vale merda nenhuma né (assim como a minha, eu sei).
Mas enfim, o fato é que na internet ele já era ruim, aí foi fazer um programa no Multishow. Resultado: além de não ter graça, nem as críticas (que é o que o público dele gosta), ele faz. Ou seja, ninguém nem fala sobre o programa. Mas, depois disso ele estreou um quadro no Esporte Espetacular, da Globo. Aí não tem jeito né, independente de estar sendo bastante comentado ou não, se está na Globo, é sucesso... Porém, quando o quadro ia começar, eu lembro que o anunciado era de que seria um quadro de "humor", o que me faz pensar que deveria ter graça. Bom, pra não parecer que eu estou dando apenas a minha opinião (não que isso seja errado, afinal esse blog é meu), eu nem vou criticar, vocês que assistam e tirem suas próprias conclusões se é engraçado ou não. (clique aqui para assistir)
Mas voltando ao assunto, então se o que é da internet vai para a TV, isso vai melhorar ou piorar a programação da televisão ? 
Então, tirando algumas exceções como o Ronald Rios (e talvez alguns outros), que continuou sendo bom, e casos como o Sou foda (e talvez alguns outros, de novo) que a TV deu uma estragadinha, vai tudo continuar a mesma porcaria. Até porque, tudo bem que a internet manda bastante coisa ruim pra TV, como o Rafinha e o Felipe, mas temos que concordar que a televisão também não é nenhuma coisa tãããão legal assim né.
Eu apenas diria que com o conteúdo da net indo pra TV, agora além de termos Rodrigo Faro, Marcos Mion, Gugu e outras chatices da televisão, nós também podemos assistir o Rafinha Bastos, PC Siqueira, Felipe Neto e outras chatices da internet. Ou seja, vai continuar tudo na mesma, só os chatos é que são outros.


@RafaelRoochaa