sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

O dia que eu fui no cinema pornô

Eu já falei isso em outros posts, mas pra quem não sabe, eu estudei jornalismo. Se você estiver lendo em 2012, ainda sou estudante. Se ler em 2013 eu já sou formado... Enfim, meu TCC, foi um vídeo-documentário sobre pornografia. Pra isso entrevistei algumas pessoas legais, atrizes do cinema adulto, profissionais que me falaram sobre o assunto, etc, etc. Até aí tudo ok.
Mas um dia, eu tive que fazer algumas imagens para colocar nesse documentário e, pra isso, fui a um lugar que achei que jamais entraria na minha vida: Um cinema pornô. E para outros que também nunca foram a esse lugar, descreverei o ambiente que encontrei.

Claro que eu não vou falar o nome do cinema que eu fui por que não sei se o segurança de lá (vou falar sobre ele mais abaixo) pode vir atrás de mim, mas é localizado no Centro de São Paulo. Como estava pegando imagens pro documentário, queria filmar a fachada do cinema, mas foi bem difícil, já que tinha um grupo de três amigos parados bem na frente... o que me surpreendeu, pois eu achava que ir a um lugar desse era algo que as pessoas faziam escondidas, e não que ficavam lá na frente batendo um papão furado antes de entrar, de modo que qualquer um pudesse vê-los. Depois, um cara com roupa escrito "manutenção" nas costas saiu, ficou fumando na porta, e voltou lá pra dentro. Ou seja, as pessoas não tem vergonha de que vejam que elas vão ao cinema pornô.

Depois de fazer as imagens da frente, resolvi entrar pra filmar lá dentro. Eu estava com um amigo, mas não queria entrar junto com ele, pras pessoas não olharem e pensarem que eramos gays (nada contra) e iríamos fazer sexo lá dentro. Mas eu também não queria ser desagradável e falar "cara, não quero que você entre". Então, como eu estava com um guarda-chuva na mão eu falei "cara, vou entrar, você fica aqui segurando meu guarda-chuva?". Eu senti medo de que ele falasse "não, entra com o guarda-chuva que eu vou entrar também", mas graças a Deus acho que ele não pensou que não havia nada de errado em eu entrar segurando meu guarda e aceitou meu pedido.

Aí eu entrei lá sozinho. Como não sabia onde ir, fui perguntar pra um velho que estava sentado, onde eu deveria comprar minha entrada. Quando ele foi me responder, tive a impressão que ele não tinha olho, mas não posso afirmar com toda certeza. Aí ele me mostrou onde eu deveria ir.
A atendente era uma moça, digamos, acima do peso, cabelo tingido, camisa de rockera que deixava aparecer parte da barriga (reforço que ela estava acima do peso) e mascando um chicletão que eu não consegui ver qual sabor que era. Aí eu vi que a entrada custava alguns reais (que eu não vou citar quanto por que vai que só aquele cinema tinha aquele preço e eles descobrem que eu to falando deles e mandam o segurança atrás de mim [eu vou falar dele mais abaixo]), mas além da entrada comum, havia o "cabine", que custava apenas 1 (hum) real a ficha e valia por 5 minutos.

Como eu queria guardar meu dinheiro pra ir comer um lanche naquele fast-food do Rei do Hamburger, comprei duas fichas do "cabine", gastando apenas 2 reais, mesmo sem saber exatamente como funcionava o tal "cabine". O que eu achei é que se entregava a fichinha pra alguém que deixava o sujeito ficar por 5 minutos cada ficha dentro de uma cabininha escura, onde ia ter uma janela e ele ia poder ver o cinema lá embaixo enquanto praticaria a masturbação. No meu caso, que não queria fazer isso, e sim filmar, seria ideal, pois filmaria da tal janelinha.

Aí fui entrar lá, era uma sala escura com várias portas e um cara mais magro que tudo, da minha altura (ou seja, quase um anão) e que era.... o segurança. Eu poderia ter dado risada por eles terem colocado um carinha que não representava ameaça nenhuma como segurança, mas como eu sou ligeiro pensei: "Eles não seriam burros, ele deve estar armado". Então, pra não correr riscos, entrei na miúda, só perguntei pra ele como funcionava tudo pra eu ver a janelinha, já que eu nunca tinha ido lá e não sabia o que fazer.

Ele me mostrou a porta que eu devia entrar. Era escuríssimo, só deu pra ver uma maquininha com buraco pra eu enfiar a ficha. Antes de enfiar, dei dois passos pra chegar à maquininha, nisso pude perceber que o chão até havia sido limpo, mas pela leve cola embaixo do meu tênis, percebi que deviam ter passado um paninho de leve, sem limpar com esforço o sêmen que a pessoa que usou a cabine antes de mim deixou lá.
Aí coloquei a moeda e esperei abrir a janela pra filmar o cinemão lá embaixo. Quando abriu, atrás da janela só tinha uma bostinha de uma televisãozinha, menor que a que eu tenho em casa, onde passava um filme. Aí tudo que eu tinha pra filmar era uma cabine escura com uma TV lá dentro, ou seja, não ia filmar é nada né.

Como eu tinha comprado duas fichas, pra 10 minutos, e o tempo que se passou no que eu narrei desde que entrei na cabine foi menos que um minuto, eu pensei "vou pelo menos completar os cinco minutos aqui pra não acharem estranho eu sair tão rápido". Mas aí eu ouvi um cara gritar "ow, não pode entrar dois aí não" seguido de um barulho de empurrão. Aí eu já lembrei da suposta arma que talvez o segurança baixinho poderia vir a ter (não to falando que tinha, mas vai saber), e com medo dos possíveis tiros, saí rapidão. Abri a porta e já dei de cara com o baixinho, que ao me ver sair em menos de dois minutos mandou um "já?". Ainda com medo dei só uma risadinha como quem diz "é amigo, quem nunca teve ejaculação precoce, não é mesmo?", e fui embora.

Essa foi minha curta permanência dentro de um cinema pornô. Acho que não durou nem cinco minutos no total. Mas foi o tempo suficiente para tirar alguns aprendizados:

1- Pela primeira vez na vida eu era a pessoa mais bonita do ambiente em que eu estava, frequentadores de cinema pornô são bem feios. Então, se você for feião, quando quiser dar um up na sua autoestima, dá uma passada lá.

2- Se você falar na entonação correta, seu amigo pode cair na sua desculpinha de "segura meu guarda-chuva" e não perceber que isso é uma desculpa sem sentido e que na verdade você só não quer que ele entre com você (aliás, amigo, se você estiver lendo, nada contra você, mas achei que poderia pegar mal alguém nos ver).

3- Se algum dia for no cinema pornô, o aconselhável é ir com um tenis velho, pra não pisar em resto de sêmen alheio com o tênis que você usa no dia-a-dia.

Acho que de importante é só

22 comentários:

  1. Estou lendo em 2013 e vc ja é formado. O triste é que vc escreve muito mal. E ja é formado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NOSSA TEM GENTE Q SÓ RECLAMA !! !

      Excluir
    2. Fato. Uma pena ver jornalistas assim no mercado de trabalho.

      Excluir
  2. Escreve mal pra caralhooooo!

    ResponderExcluir
  3. Valeu pela informação, pena que fui antes perder meu tempo nesse lugar, sô tinha homens em um ambiente escuro e sombrio, corri tando que até esqueci o caminho de lá.

    ResponderExcluir
  4. Ahh, mas deve ter algum cinema pornô mais elitizado... O sexo no Brasil está cada vez mais liberal, e juro que na minha santa ignorância pensava que iria ver casais voyeur, casais swinguers, mulheres e homens bisex e heteros num flerte só ... Mas parece que isso só existe na minha cabeça...
    Rafael, você acabou de destruir um desejo meu ... rs
    Gostei da narrativa e riqueza de detalhes... Só alguém feio, e frequentador de um lugarzinho de décima quinta categoria destes pode criticar o seu texto... porque a verdade dói.

    ResponderExcluir
  5. Como você quer conhecer um lugar ficando só 5 minutos lá? A história poderia ter sido mais rica...

    ResponderExcluir
  6. Fui esses dias num desses cineminhas,não sou jornalista mais paguei R$ 15,00 dobrões para um traveco fazer uma entrevista exclusiva no meu microfone,tomei umas quente,joguei um bilhar e até pus um NDee Naldinho pra tocar na máquina de música(Juckey box),entrei lá pelas 1:30h e sai as 4:00h,estava a milhão dentro do cinema,subindo e descendo,entrando e saindos das várias salas.Também,depois de cheirar 2 cápsulas de cocaina que eu peguei no Helipa rsrs,rolezinho monstro...

    ResponderExcluir
  7. Como relato comum... "interessante"...como comentário jornalístico,escrito por um jornalista formado...uma lástima.... texto sem sequência adequada de fatos, promessa de apse da estória não cumprida... enfim... ruim... falando de comunicologo para comunicologo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha, obrigado comunicólogo. Mas, por aqui não me preocupo com a qualidade da escrita, isso faço no meu emprego. No blog até acho divertidinho escrever o mais coloquial que dá. Mas valeu por comentar.

      PS: apse

      Excluir
  8. Coragem hein. Tenho vontade mas tenho um puta medo de ser assaltado, rolou um medo desses?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. irmão, rolou todos os medos que você imagina

      Excluir
  9. Meu deus, como escreve mal...

    ResponderExcluir
  10. CARA, CONDESSO QUE JA TIVE CURIOSIDADE DE ENTRAR NUM CINEMA DESTES E VER O QUE HÁ, MAIS DEPOIS DO SEU RELATO CONFESSO QUE NÃO TENHO MAIS INTERESSE.
    PS. NÃO HA MULHERES NESTES CINEMAS, NEM MESMO GAROTAS DE PROGRAMA (GAROTAS QUE FIQUE BEM CLARO)?

    ResponderExcluir
  11. Sou mulher, não sou prostituta e fui no mesmo cinema em Porto Alegre duas vezes no ano passado. Apenas pra realizar uma fantasia sexual, mas não foi bem como eu pensei. Me preparei bastante com muita camisinha, tênis, dentro da bolsa a roupa curta pra ficar lá dentro, mas não fiquei muito tempo nas duas vezes... Os caras são praticamente todos gays, tem muito homem se pegando lá dentro, velhos e pau pequeno. Deixei alguns me tocarem e até transei com dois, um de cada vez, mas não foi como eu pensava... Tenho 24 anos (na época 23), sou bonita de rosto e corpo, cabelo moreno e liso, pele branca com marca de bikini, 1,61cm de altura e 60kg. O que eu imaginava (e o que eu queria) é que chegando lá todos eles fossem me agarrar e me comer num gangbang da hora. SQN... Infelizmente esse é o meu relato. :(
    Nanda_Poa_24

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa eu pensava que ia ter mas mulher e gostei desse comentário de pegar vc e fazer um gangbang

      Excluir
    2. Oi Nanda,
      A respeito da fantasia que não rolou do jeito que imaginou... Transar no cinema com vários caras.
      Sou de Porto Alegre tb, e posso organizar festas dessas para saciar suas fantasias. Conheço muita gente que faz gang bang, casais tb, negros, dotados, enfim... Gente do ramo. Com sigilo e discrição.
      Meu interesse é firmar parceria com uma modelo/musa (que seria vc) para organizar festas do tipo (ménage à trois, gang bang, dogging/locais públicos e inusitados... Escritórios, consultórios, caminhão, etc.
      Posso te oferecer segurança, anonimato, armar os esquemas no sigilo e com gente responsa (que é do meio...Acostumada em participar de ménage/Gang com solteiras e casais), e te levar em diversos locais "underground" aqui em POA.
      Posso fotografar e filmar tb se for do teu interesse (Por segurança, com teu cel ou utilizando máscara, enfim: há maneiras de garantir tua privacidade).
      Posso fazer a intermediação/triagem/seleção entre os participantes (para que não fiquem no teu pé).

      Se te interessar, retorne com whatsApp para o e-mail: regra3@outlook.com que combinamos um bate papo ( a fim de nos conhecermos) pessoalmente num local público de tua preferência (Shopping, bar, cafeteria, etc).

      P.S.: Sou bonito e apresentável, do tipo que pode andar de mãozinha no shopping sem passar vergonha... Contudo, meu objetivo/foco é a parceria para essas festas privês. Te daria o suporte de staff para que possas realizar tuas fantasias sem te preocupar com segurança, discrição, topar com conhecidos, etc.

      Pense à respeito e depois me procure se for conveniente para ti.

      Abraço,

      Gauche

      Excluir
  12. Mano, eu dei muita risada! Tu fala muita merda e escreve mal pra caralho, mas pelo menos as risadas compensaram, afinal, a melhor saída é rir... Kkkkkk

    Acho que em 2016 você deve ter melhorado muito, como se ente quando lê essa sua matéria hoje? Compartilha com a gente, pô! Rs

    ResponderExcluir
  13. Oi tenho 34 anos,sou gorda,e tenho muita vontade de ir em um cine assim, mais como uma colega escreveu antes de mim eu imaginava vários cara vindo em cima de mim e tal querendo me chupa,e tal.. Curto swing ..Quem quiser se comunicar tenho whatsap 11982655671

    ResponderExcluir